Até quando?


Por mais que o Comercial não venha bem no Campeonato Paulista da série A2, e a torcida cobre de forma contundente, tanto o técnico Luiz Carlos Martins e a diretoria executiva, algo não pode é não deve passar batido: a péssima arbitragem do jogo deste domingo, constituída por: Guilherme Francisco Maciel da Silva Rosário (árbitro), Vinicius Santana Silva e Veridiana Bisco (assistentes).

Os lances simplesmente decretaram o empate da partida e todos favoreceram o clube de Araraquara.

Impedimento inexistente 

O Leão empatou a partida com um gol do centroavante Victor Alagoano, que claramente estava atrás da linha da bola como visto na imagem. O bandeirinha apontou impedimento inexistente e o árbitro ainda aplicou cartão amarelo no jogador comercialino por comemorar com a torcida, outro absurdo já que o jogador não tirou a camisa.

Pênalti não marcado

O mesmo Victor Alagoano foi puxado fora da área e teve a ação completa dentro da área. Por mais que o árbitro tenha acertado em expulsar o jogador adversário, errou em não dar pênalti. Veja a regra 

Assim, o Comercial foi amplamente prejudicado pela arbitragem da partida e, por mais que a situação não esteja favorável, a diretoria executiva do clube deveria entrar com uma representação na FPF para que estes acontecimentos não se repitam.

O próximo jogo do Leão será em Bauru contra o Noroeste na próxima quarta-feira às 19:30hs

Segue a classificação atualizada 

Anuncie na NetBafo (16)988097361

Comentários

Veja também

Leão perde jogo treino e 4 são dispensados

Após título, atacante está bem perto de retornar

Entrevista - Presidente Campanelli